Go ahead, punk. Make my day.

Resumo (28 mar a 3 abr)

tron-movie-poster-1982-2Tron – Uma Odisséia Eletrônica (Tron, 1982). De Steven Lisberger

O filme é dois anos mais velho que este blogueiro que vos escreve e mesmo assim impressiona pela qualidade dos efeitos visuais. O mais interessante é constatar que não se trata apenas de pioneirismo, é coisa de gênio, uso de computação gráfica que nem a Academia entendeu, negando a indicação ao Oscar, então de Efeitos Especiais, por achar que se tratava de um tipo de trapaça, ao criar ambientes direto de computadores. Tudo bem que muitas coisas hoje são ultrapassadas – quem assiste sem olhar para trás na técnica, parece estar vendo apenas uma camada da animação final –, o que não atrapalha em nada a diversão dessa aventura até inocente sobre mundos eletrônicos e um herói vindo do “mundo real”, muito antes de Neo. O ponto fraco do filme está no roteiro, o qual dá boas bases, mas não desenrola sua trama de maneira interessante, ficando na trivial e bobinha luta do bem contra o mal. Também falta gás no terceiro ato do longa, que se arrasta em busca de uma solução para o embate. Fica a lembrança marota, no entanto, da atuação tranquila de Jeff Bridges e dos inúmeros efeitos que abriram de vez as portas para o quê quase três décadas depois se tornaria regra: a computação gráfica. Nota: 7

Machete-PosterMachete* (Idem, 2010). De Robert Rodriguez e Ethan Maniquis

Machete é um projeto de contrastes – e não me refiro às constantes referências à migração de mexicanos para os Estados Unidos, ponto de partida de todo o arco principal da trama. Criado para ser apenas um trailer falso do projeto Grindhouse de Rodriguez e Quentin Tarantino, o diretor percebeu o potencial da história absurda de um chicano vingador cheio de lâminas e o filme investe na violência exagerada e na falta de técnica apurada a exemplo de Planeta Terror. O que não impede que efeitos digitais apareçam aqui e ali – tome sangue falso – ou cenas mais elaboradas em meio a um monte de podreira. É divertido, mas não garante um programa excelente. É ruim como foi feito para ser, mas há personagens demais e zero de profundidade. Já que era pra ser assim, por quê investir em tanta gente? Fora que há violência demais e sexo de menos para um projeto tipo exploitation. De pele mesmo, vemos apenas um relance Jessica Alba, digitalmente retocado diga-se de passagem, e uma cena de sexo tímida de Machete com duas mulheres. Detalhe: uma delas era para ser Lindsay Lohan, mas está óbvio que se trata de uma dublê. Pudor demais. Nota: 7

general_posterA General* (The General, 1926). De Buster Keaton e Clyde Bruckman

Trabalhando no limite da criatividade, Buster Keaton tira da manga uma cena mais esperta do que a outra na perseguição pela tão amada locomotiva que dá nome ao filme. Incrível como o ritmo é incessante. Destaque para o trabalho físico de Keaton, que chega a ser chavão levantar, mas é realmente impressionante vê-lo pular de um lado para o outro, correr, se jogar, cair e levantar se se tornar pastelão, dando ainda mais dinamismo ao filme. Assim como a cena em que uma locomotiva cai de uma ponte em chamas já no terceiro ato do longa demonstra a visão grandiosa do diretor/ator para sequências de ação cheias de figurantes. Somadas às boas piadas que estão por toda a narrativa, entende-se o motivo desta ser apontada como uma das maiores realizações de um dos maiores astros do cinema mudo. Não tire os olhos do filme, há tantos detalhes da direção cuidadosa de Keaton que uma conferida só não é o suficiente para descobrir sua genialidade por completo. Nota: 9

*Filme assistido pela primeira vez

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s