Go ahead, punk. Make my day.

Resumo (12 a 18 set)

Fantasia1940Fantasia (Idem, 1940). De Walt Disney

Um filme cuja abordagem, há 70 anos, era tão diferente do que havia sido feito até ali, que era necessária não só a figura de um narrador, mas de um verdadeiro mestre de cerimônias para introduzir a plateia aos movimentos musicais que inspiraram animações que vão do mais lúdico ao transcendental e abstrato. As animações ganham traços geniais e são ambiciosas ao retratar a visão de vários artistas para óperas consagradas, na maior parte das vezes mostrando algo novo para a composição original. Como a abstração do primeiro movimento, de Johann Sebastian Bach, ou o balé bizarro em A Dança das Horas, de Amilcare Ponchielli. Alguns segmentos, porém, sucumbem por serem ambiciosos demais, como a Criação e derrocada dos Dinossauros na obra de Stravinsky, que se torna pedante depois de mais de 20 minutos. Contudo, finalizar de forma corajosa com uma madrugada endemoniada ao som de A Night on Bald Mountain, de Mussorgsky, versus a manhã abençoada por Ave Maria, de Schubert, é algo que realmente mostra o quanto Fantasia estava à frente de seu tempo. Mesmo cheio de rigor e pompa. Nota: 8,5

fantasia_2000Fantasia 2000 (Idem, 1999). De Vários

A principal diferença entre o clássico e essa homenagem 60 anos depois é a forma. Aqui as coisas são muito mais leves e soltas, as introduções têm âncoras como Steve Martin e Bette Midler fazendo piadas e movimentos mais brincalhões, vide Le Carnaval des Animaux, de Camille Saint-Saëns, que conduz a história de um flamingo com um iô-iô. Ainda há traços daquele ar de obra de arte, seja no repeteco do fantástico O Aprendiz de Feiticeiro ou na linda sequência das baleias voadoras levada por Pines of Rome, de Resphighi. Agora, nada que se compare à beleza do fechamento de Fantasia 2000. Guiada por Firebird Suite, de Stravinsky, acompanhar a história do espírito da terra nascendo, padecendo e depois ressurgindo das cinzas é algo que o próprio Walt Disney teria que aplaudir e escolher um de seus movimentos originais, de 1940, para sacar e encaixar este. Nota: 7,5

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s