Go ahead, punk. Make my day.

Resumo (23 abr a 1º mai)

les_7_jours_du_talion-7-DaysLes 7 Jours Du Talion* (Seven Days, 2010). De Daniel Grou

A grande qualidade deste filme está na sobriedade com a qual trata temas difíceis como estupro, assassinato e ódio. Eles vêm embalados numa fotografia lavada e triste e travestidos de filme de horror, quando na verdade trata-se de um drama com violência gráfica. Depois de encontrar a filha violentada e morta, médico arma um plano de vingança que envolve sete dias de tortura e a morte do criminoso. O filme não deixa de cumprir o que promete e é sádico, mas não de maneira gratuita, justamente por mostrar o médico em questão caindo numa espiral de culpa e ódio, que o faz se questionar internamente se tudo aqui vale mesmo a pena. Chegando ao limite de encontrar uma mãe na mesma situação que ele, mas que não concorda com seus métodos. Os exemplos de que a convicção do pai vingador não é tão forte estão nas várias vezes em que ele agride o estuprador, seja com uma corrente ou uma arma de fogo, mas que sai de lá com choro engasgado ou raiva não descarregada. Como eu disse, isso faz parte da sobriedade de Les 7 Jours Du Talion, que evita até mesmo os gritos do torturado numa angustiante cena em que passa por uma cirurgia parcialmente sedado. Ele tem consciência e sente a incisões feitas pelo médico, mas está com os movimentos paralisados, demonstrando a dor apenas com uma lágrima escorrendo pelo rosto. Há ainda uma discussão ética sobre o trabalho policial, a respeito de tentar salvar um homem acusado de um crime bárbaro. Mas esta é uma camada que acaba não indo muito adiante. Por outro lado, a trilha sonora ser praticamente inexistente mostra a força das imagens por si para contar essa história má e dramática. Nota: 8

*Filme assistido pela primeira vez

2 responses

  1. Finalmente tá criando vergonha na cara e assistindo os filmes que indiquei! Seven Days é um filme pesadíssimo e que vale a assistida.

    Agora fico no aguardo da crítica do 3 Idiotas.😉

    8 de Maio de 2012 às 2:20 AM

    • Nem achei tão parado, achei bem corajoso, aliás. Bem bacana.

      8 de Maio de 2012 às 3:34 AM

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s