Go ahead, punk. Make my day.

Resumo (22 a 28 jul)

COBRA POSTERCobra (Idem, 1986). De George P. Cosmatos

Típico filme de nicho, Cobra não foi feito para qualquer um, ainda que não seja profundo. Ele é quase um tipo de avô de longas como Mandando Bala e Adrenalina, mas sem a comicidade. Sabe aquele tio-avô sério que muitas famílias têm? Antes de Jason Statham sair correndo para evitar que seu coração pare, o policial durão vivido por Sylvester Stallone era estilo + ação em uma equação que ainda inclui aquele tipo de romance brega e pegajoso, mas que no final temos um fita muito bem resolvida no que quer oferecer à plateia. Cobrando, claro, que ela esqueça as noções de realidade do lado de fora da sala de cinema ou de sua casa. A cena de abertura do filme é uma obra-prima oitentista que tem uma das maiores concentrações de frases de efeito por minuto de filme da história do Cinema – “Você é a doença. Eu sou a cura” é só a mais famosa. Nela fica bem estabelecido tudo o que vai acontecer dali para frente: desde o sarcasmo do protagonista à vilania bizarra que ele enfrentará, passando pelos métodos violentos (mas bem intencionados) de Cobra. Dali para frente serão estabelecidas as bases da trama e as investigações começam a rolar. Não adianta nem questionar a confusão temporal que o roteiro do próprio Stallone arranja entre a mocinha do filme passar pelos vilões e ser atacada depois de um ensaio fotográfico – alguém me explica quantas horas dura aquela noite? -. O filme vai além disso, aliás, nem se importa com isso, visto que o objetivo aqui é desenvolver o personagem-título por meio de seus feitos com uma arma, branca ou de fogo. Quando foi lançado, Cobra foi acusado de abusar da violência e incitar a chamada “justiça com as próprias mãos”, só que em tempos de Capitão Nascimento, Marion Cobretti (o verdadeiro nome) parece até um senhor de família com seus óculos espelhados e o palito de fósforos da boca. Como eu disse, estilo + ação = relaxa. Belas cenas noturnas urbanas, cortesia da fotografia de Ric Waite. Nota: 8

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s